terça-feira, 22 de junho de 2010

Notas - Folha de Votorantim 22/06


Placa dublê leva dois para delegacia


Um homem de 26 anos e um adolescente de 15 foram parar na Delegacia Central na noite de domingo por causa de uma moto sem identificação. R.N., 26, e D.F.S.M., 15, circulavam numa Honda CG 125 Titan pela avenida Adolfo Massaglia, no Parque Bela Vista, quando foram abordados, numa fiscalização de rotina, por dois policiais militares, soldado Augusto e sargento Marcelo Augusto.

Nada de ilícito foi encontrado com ambos, mas a placa da moto era correspondente a outro veículo, uma Honda CBX 250 Twister. O número do chassi do veículo estava raspado. O motor tinha um número de identificação, porém não respondia a nenhum registro do banco de dados oficial do Estado.

O condutor disse que a motocicleta havia sido adquirida em um leilão antes de ser vendida a ele, por R$ 700. Acrescentou ainda que não sabe informar o nome do indivíduo de quem comprou.

A “placa dublê” foi apreendida, bem como a motocicleta. Depois da elaboração do boletim de ocorrência, os dois foram liberados, sendo que o menor foi entregue ao responsável.

Furto a padaria

Uma panificadora da avenida Matheus Conegero, no Parque Bela Vista, foi furtada na madrugada de ontem. Os ladrões levaram dois monitores de computador e um televisor de 32 polegadas, todos da marca LG.

O estabelecimento fica de frente com a Praça dos Expedicionários, onde a Super Mídia instalou um telão para exibir os jogos da seleção brasileira, exatamente onde começa a avenida Matheus Conegero e termina a São João.

Comodoro furtado

O carro GM Caravan Comodoro, ano 1984, cor verde, placa BVO-9879, Salto de Pirapora, foi furtado na manhã do último sábado (19). O proprietário o deixou estacionado na frente da empresa onde trabalha, localizada no acesso da rodovia Raposo Tavares para o bairro do Curtume (quilômetro 98). Depois da jornada de trabalho, quando ia embora, ele constatou o furto.


 
Na Vila Garcia

Uma residência da Vila Garcia foi furtada na noite de sexta-feira (18). Por volta das 19 horas, um dos proprietários chegava na casa, quando notou o local todo revirado. As vítimas deram pela falta de R$ 100, que estavam num cômodo, e R$ 280, que estavam em outro. Policiais militares que foram atender à ocorrência notaram, no entanto, que não havia sinais de arrombamento na casa, que possui muros “altos” e grades de proteção em todas as janelas.

Voyage

Também no sábado, por volta das 11h30, o VW Voyage, ano 1984, branco, placa BUF-4897, Votorantim, foi subtraído no Parque Bela Vista. A vítima relata que tinha ido visitar o sobrinho e deixou o veículo estacionado na avenida Tiradentes. Alguns minutos depois, percebeu o furto, mas não conseguiu ver o autor em ação.

Veículo furtado e cambistas
presos perto da praça de eventos

Três ocorrências policiais envolvendo a 95ª Festa Junina Beneficente de Votorantim foram registradas na Delegacia Central no último fim de semana. Foram um furto de veículo e duas apreensões de entradas de cambistas.

O operador de máquina Claudemir Pereira da Silva, 39, veio de Artur Nogueira para prestigiar o evento, anteontem (20). Deixou seu veículo GM Corsa/Millenium, cor prata, ano 2001, placa DEH-7661, Artur Nogueira, estacionado na rua Antonio Fernandes, nas proximidades. Por volta das 21 horas, quando voltava para ir embora, constatou o furto.
Cambistas no Jota Quest

Na noite de sábado (19), dois rapazes, de 21 e 24 anos, foram presos com ingressos de acesso ao show da banda Jota Quest. Policiais militares, soldado Mariz e soldado Reiner, faziam patrulhamento pelos arredores da praça de eventos quando perceberam os dois vendendo ingressos. Como estavam fora da bilheteria, estranharam, e resolveram abordá-los.

No total, eles carregavam 122 ingressos e R$ 762 em dinheiro, proveniente das vendas. Os pertences de ambos foram amontoados durante a abordagem, motivo pelo qual a polícia não soube declinar quanto cada um deles carregava. Os dois rapazes disseram que tinham recebido os ingressos de uma mulher, que posteriormente compareceu prontamente no plantão policial e apresentou a justificativa de que ambos estavam desempregados e poderiam obter algum dinheiro com a festa.
Na sexta-feira

Na noite anterior (18), a polícia já havia registrado ocorrência envolvendo cambistas na festa junina. Desta vez, cabo Mascarenhas e soldado Francoise, atendendo a chamado de fiscais da prefeitura, foram atrás de dois indivíduos que estavam vendendo ingressos na avenida 31 de Março.

Os militares avistaram a dupla no canteiro central da avenida. Um deles, H.R.S., 33, saiu correndo com sentido a Sorocaba e tentou se embrenhar por um matagal, mas acabou detido. Ele carregava R$ 245 e quatro ingressos de acesso ao evento. Mais a frente, o segundo indivíduo, A.F.R., 49, vendedor, foi abordado. Com ele havia R$ 197,50 e 17 ingressos.

H. disse aos policiais que comprou os ingressos na bilheteria do local, por R$ 2 cada um, e os vendia por R$ 3. Confessou que, quando viu os militares, jogou aproximadamente 20 dos que carregava no chão. Revelou também que já havia vendido cerca de 15. Não soube declinar quantos ingressos tinha comprado e disse que nem todo dinheiro que carregava era proveniente da venda – parte tinha trazido de casa.

O segundo indiciado afirmou que não conhecia H., mas contou versão idêntica: que havia comprado cada ingresso por R$ 2 e estava vendendo por R$ 3. Tinha vendido aproximadamente 15 convites e que a maior parte do dinheiro localizado com ele foi trazido de casa.
“Tudo tranquilo”

O delegado titular do município, Carlos Augusto Marinho Martins, comemora o baixo número de ocorrências registrado nas primeiras nove das 16 noites de 95ª Festa Junina Beneficente de Votorantim.

“Até mesmo pelo forte esquema que foi montado, o andamento da festa tem sido tranquilo”, afirma Carlos Marinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim