terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Informação Livre

Jornal Cruzeiro do Sul
Repercutiu a decisão do novo prefeito de Votorantim, Fernando Oliveira (DEM), em nomear o ex-vereador Eric Romero (PPS) para ocupar o cargo de secretário de Governo, mesmo tendo sido condenado por improbidade administrativa, com base na Lei da Ficha Limpa. A oposição já começa a se articular para evitar a permanência dele no cargo. A executiva municipal do Psol divulgou nota em que informa que denunciará ao Ministério Público (MP) a indicação de Romero. A representação será protocolada em 9 de janeiro, quando o Fórum de Votorantim volta aos trabalhos normalmente.

Afronta - Segundo o presidente do Psol, Rodrigo Chizolini, a decisão de Fernando Oliveira ao nomear Eric Romero é "uma afronta à legislação e ao bom senso". Em nota, o prefeito Fernando Oliveira disse que, caso haja algum questionamento por parte da Justiça, o titular da pasta de Governo realizará a sua "devida defesa".

O caso - Então candidato a vice-prefeito pela chapa de Fernando Oliveira (DEM) nas eleições municipais de 2016, Eric Romero teve sua candidatura impugnada em duas instâncias pela Justiça Eleitoral devido a um processo de quando foi vereador no período de 1997 a 2000. Durante a campanha de 2016, o ex-parlamentar teve sua candidatura questionada pelo Ministério Público Eleitoral, com base na Lei da Ficha Limpa, situação que o levou a renunciar à disputa.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim