quinta-feira, 14 de junho de 2018

Vereadora questiona meia entrada no recinto da Festa Junina

Decreto que garante a meia entrada de jovens  estudantes na festa junina não vem sendo cumprido

Aprovado na última sessão legislativa o requerimento n 163/18 de autoria da Vereadora Fabíola que pede explicações ao poder executivo de alguns acontecimentos ocorrido durante a festa junina de Votorantim  com relação a bilheteria de entrada ao recinto da festa e recinto de shows, onde vários jovens estudantes entraram em contato com a parlamentar denunciando o não cumprimento do decreto n° 8.537, de 5 de outubro de 2015, que dispõe sobre o benefício da meia-entrada, para acesso a eventos artísticos-culturais e esportivos para jovens de baixa renda, estudantes, pessoas com necessidades especiais e acompanhantes.
A festa junina a cada ano tem deixado de ser acessível para a maioria das famílias, em virtude do evento tomar grandes proporções, varias empresas e produtores de eventos enxergar a oportunidade de obter lucro e o verdadeiro intuito da festa que é ajudar as entidades beneficentes acabam ficando em segundo plano. 
A preocupação da parlamentar é que o decreto seja cumprido e amplamente divulgado para que não hajam duvidas com relação ao convites da bilheteria, além disso, temos também a lei que garante o acesso de idosos de forma gratuita. “ pedimos aos organizadores para que fixem cartazes com o decreto para que os jovens estudantes, pessoas com necessidades especiais e acompanhantes e idosos tenham conhecimento dos seus direitos” comenta a Vereadora, já que no site em que se pode adquirir os ingressos para as atrações não achamos a opção de meia entrada.
 Para ter o beneficio é importante que as pessoas comprovem que se encaixam nas descrições do decreto, apresentando documentos e carteirinhas de estudantes dentro da validade e caso seja negado pela bilheteria é imprescindível que o prejudicado procure as autoridades.
O requerimento foi amplamente debatido e aprovado por unanimidade e segue para o executivo tomar ciência e responder dentro do prazo regimental e tomar providências com relação a divulgação e procedimentos da bilheteria;, o requerimento também foi encaminhado para o Ministério Público.         
Assessoria Vereadora Fabíola Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim