segunda-feira, 14 de maio de 2018

Mais de 1.600 pessoas foram vacinadas contra a gripe no último sábado

 Campanha continua até o dia 1º de junho em todas as UBSs


Mais de 1.600 compareceram às Unidades Básicas de Saúde de Votorantim para receber a vacina contra a gripe, no último sábado (12). A ação fez parte do dia "D" da Campanha Nacional e, desde o início da campanha, já foram aplicadas 10.557 doses.
O secretário de Saúde, Júnior Silveira, destaca a importância das pessoas em procurar uma das unidades. "Esperamos que todos os grupos prioritários procurem por uma das unidades para receber a dose", ressalta.
Podem receber as doses as pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da área da saúde, população indígena, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com comorbidades (doenças crônicas) e professores.
Em Votorantim, a meta é vacinar 90% da população considerada de risco para complicações por gripe. O número aumentou devido aos índices alcançados nos últimos anos, que ultrapassaram 80%.
Conforme a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, a cidade deve vacinar 9.588 pessoas com 60 anos ou mais; 1.851 trabalhadores da área da saúde; 6.306 crianças; 1.122 gestantes e 184 puérperas. A campanha segue até o dia 1º de junho.
De acordo com a Secretaria da Saúde, a vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Neste ano, apenas a cepa da influenza A (H1N1) não foi alterada.
Dede o início da campanha, ocorrida no dia 23 de abril, o município aplicou 10.557 doses. Foram vacinadas 7.500 (70,46%) pessoas com 60 anos ou mais; 919 (44,66%) trabalhadores da área da saúde; 1.724 (24,60%) crianças de 6 meses a 4 anos 11 meses e 29 dias; 329 (26,38%) gestantes; 178 (38,05%) puérperas; 288 (27,30%) professores, além de 2.454 pessoas com doenças crônicas.

Jornalista: André Reis
Foto: Marcos Ferreira
A.I.  PMV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim