terça-feira, 19 de junho de 2018

Em semana inspirada, Alok lança 'Baianá' e apresenta 'United'

Por Carlos Dias e Ana Carolina Levorato, G1 Sorocaba e Jundiaí

Em semana inspirada, Alok lança 'Baianá' e apresenta 'United' (Foto: Divulgação)

Dois singles foram produzidos em projetos paralelos do Dj. Enquanto 'Baianá' promete ser um dos hits da Copa do Mundo, 'United' será lançada no dia 3 de agosto.


Boa noite, povo, que eu cheguei. Mais outra vez apresentar meu baianá". A música do grupo de percussão Barbatuques ganhou uma nova roupagem com a dupla de rap Foreign e o toque do Dj Alok, inspirado em levar referências bem brasileiras no clima da Copa do Mundo.

Em entrevista ao G1 durante uma passagem por Votorantim, o hitmaker contou que foi convidado a produzir o single em 15 dias a pedido de um dos projetos paralelos às composições pops.
O lançamento oficial de "Baianá" foi na última sexta-feira (15), mesma semana em que "United" também foi apresentada ao público durante um show, apesar de ainda não ter sido oficialmente lançada.
O hit foi produzido com Armin Van Buuren e Vini Vici e tem previsão de ser totalmente finalizado no dia 3 de agosto. "Já fiz alterações. De ontem para hoje, já mexi em coisas que eu achei que poderia melhorar", revelou.
No fim de semana, Alok fez um convite antes de soltar o single para o recinto lotado da Festa Junina de Votorantim: "vocês querem ir para o céu?". Em seguida, todos tiveram que descer até o chão para "explodir" ao som do track (assista abaixo).

"Pediram para eu fazer algo que levasse a essência do Brasil e escolhi essa música para fazer esse som e soltar. Ela não é uma música para tocar na pista, mas talvez eu faça uma versão para manter a mesma energia", contou.

Ligado no 220v
Com uma rotina de 20 shows por mês, em média, o compositor e Dj é considerado um dos maiores nomes da música eletrônica no Brasil.
Mas a vida de trabalho na noitada é também uma "válvula de escape" para o goiano, de 26 anos, extravasar a tensão do dia a dia.
"Por mais que eu tenha essa agenda louca, engraçado que o palco é onde eu vejo que o meu propósito está sendo realizado. Então, aqui eu consigo liberar minha energia e sair extasiado e para cima."
A escolha de Alok pelos holofotes é contrária à tomada por Avicii, Dj sueco encontrado morto em abril. Apesar das mesmas profissões, o brasileiro acredita que as personalidades e realidades dos dois sejam completamente diferentes.
"Hoje eu faço mais shows que o Avicii fazia no ano. O que acontecia era que ele não gostava dessa coisa de destaque, o que eu gosto bastante. Como ele não gostava, acabava consumindo muito álcool", lembra.
Desde a morte precoce de Avicii, Alok tem feito uma espécie de homenagem nostálgica ao Dj sueco nos shows, usando uma foto do artista em um telão, ao som de "Hey Brother" e "Wake Me Up".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Ouça a Rádio Cultura Votorantim