segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Prefeitura entrega reforma de praça na Chave

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Obras e Urbanismo (Sourb), entregou na última sexta-feira (15) a reforma de uma praça no bairro da Chave, localizada na rua Orélio Velangieri. Na oportunidade, o prefeito Fernando de Oliveira Souza e o vice-prefeito Lê Baeza estiveram no local para conferir os serviços e conversar com os munícipes.

De acordo com o prefeito Fernando, o pedido de reforma ocorreu quando ele fez uma visita ao bairro e dialogou com os moradores, que solicitavam melhorias no espaço de lazer. "Por isso é importante estarmos presentes nos bairros, verificando os espaços públicos, tendo contato direto com a população", disse.

Entre as ações realizadas na praça, a Prefeitura colocou uma nova iluminação de LED, aparelhos de ginástica ao ar livre, playground, bancos, lixeiras, além de ter feito a reforma e pintura da calçada.

E quem já estava utilizando os novos aparelhos de ginástica era a moradora Rosimeire Figueiredo, que reside de frente para a praça. "Nós precisávamos muito de um espaço assim. Agora está ótimo. O prefeito disse que iria fazer e fez mesmo", ressaltou.

Durante a entrega, também estiveram presentes o secretário de Obras, Eder Cunha Neto, e de Planejamento e Desenvolvimento, Carlos Laino.

A.I. PMV

domingo, 17 de dezembro de 2017

Cadastro biométrico encerra em março

Jornal Cruzeiro do Sul

PIB de Sorocaba é o 21º maior do país

Jornal Cruzeiro do Sul
Larissa Pessoa

A soma de tudo que foi produzido em Sorocaba chegou a R$30,5 bilhões em 2015 - PEDRO NEGRÃO/ ARQUIVO JCS

orocaba tem o 21º maior Produto Interno Bruno (PIB) do país e está, excluindo as capitais, entre as dez cidades que mais agregaram ao PIB nacional em 2015, gerando, juntas 7,4% da renda brasileira. De acordo com os dados, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a soma de tudo que foi produzido em Sorocaba chegou a R$ 30,5 bilhões -- o que corresponde a 0,5% do PIB brasileiro de 2015. O IBGE divulgou na última semana os dados municipais, que são sempre defasados em dois anos.
 
O resultado alcançado por Sorocaba, porém, representa uma queda de 6,4% em relação a 2014, quando o PIB municipal foi de R$ 32,6 bilhões. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedeter) foi procurada para comentar o resultado da cidade, mas até o fechamento desta edição não enviou um posicionamento.
 
Embora tenha perdido duas posições no ranking nacional, Sorocaba é a nona cidade no Estado com maior PIB, ficando atrás apenas da capital, Osasco, Campinas, Guarulhos, Barueri, São Bernardo dos Campos, Jundiaí e São José dos Campos. Sorocaba também aparece à frente de capitais como São Luís (MA), Belém (PA), Vitória (ES), Natal (RN) e Florianópolis (SC).
 
O economista e professor universitário Rubens Soarez destaca que o desempenho econômico de Sorocaba, mesmo se tratando de números de 2015, expõe a relevância do município em nível nacional. Segundo ele, a queda no ranking comparado com 2014 pode ter relação ao momento de dificuldade que o setor industrial viveu, principalmente o metalúrgico. "Hoje Sorocaba tem um parque industrial mais amplo, com o setor automotivo também forte", analisa. Essa diversificação é apontada pelo especialista como essencial, além de novos investimentos na produção de equipamentos de energias renováveis.
 
Atividades econômicas
 
O setor que teve melhor desempenho e foi responsável pela maior arrecadação foi o de serviços, com R$ 14,1 bilhões. Em seguida veio a indústria, que agregou R$ 7,9 bilhões, ficando em 8º lugar no Estado no comparativo desse setor. Já atividades relacionadas à administração, educação e saúde pública e seguridade social somou R$ 2,4 bi. Por último entre as atividades econômicas com maior influência no PIB municipal está a agropecuária, com R$ 44,4 milhões em 2015.
 
Nos quatro anos anteriores o setor de serviços também teve a maior participação no PIB municipal. Na cidade, aponta o economista, muitos dos serviços estão ligados ao setor industrial, como transporte, alimentação e manutenção e por isso a grande superioridade na arrecadação.
 
RMS
 
O Produto Interno Bruto (PIB) da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) chegou a R$ 77,4 bilhões, somando-se as riquezas produzidas pelas 27 cidades que a compõem. Após Sorocaba, a cidade com o maior PIB na região foi Itu, que gerou R$ 7,3 bilhões. Em seguida aparece Salto (R$ 5,6 bi), Votorantim (R$ 4,7 bi) e Itapetininga (R$ 4,1 bi). As cidades com os menores PIBs foram Jumirim (R$ 71,1 milhões), Alambari (R$ 84,2 milhões) e Sarapuí (R$ 137,8 milhões).

Mutirão da Biometria tem movimento tranquilo neste sábado

Jornal Cruzeiro do Sul

Movimento estava abaixo do esperado até o final da amanhã deste sábado no posto de atendimento no Iguatemi Esplanada - EMÍDIO MARQUES

Apesar da grande procura ao posto armado no Shopping Iguatemi Esplanada para o cadastramento biométrico, o último mutirão de sábado do ano foi considerado tranquilo pelo chefe do Cartório Eleitoral da 343 Zona Eleitoral, João Lima. Embora o prazo para o cadastramento termine em 23 de março do próximo ano, sendo obrigatório para os eleitores de Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora, e Votorantim, a procura, de um modo geral, está abaixo do esperado. Para efetuar o cadastro basta apresentar o RG e um comprovante de residência de até três meses antes.

De acordo com João Lima, a expectativa para este sábado (16) era de que duas mil pessoas passassem pelo mutirão no shopping, que funcionou até às 18h, com uma estrutura de 55 guichês para atendimentos dos eleitores preferenciais, os agendados e os que não fizeram agendamento. Ele se mostrava otimista, tendo em vista que até ao meio-dia pelo menos 500 pessoas já haviam passado pelo local. O agendamento pode ser feito pelo site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE): www.tre-sp.jus.br .
No shopping, o serviço permanece durante a semana, das 9h ás 18h, e também no próprio Cartório Eleitoral com atendimento de segunda a sexta-feira, das 11h às 18h (praça da Maçonaria, Jd. Paulistano), e no Poupatempo das 9h às 17h nos dias de semana, e no sábado, das 9h às 13h (rua Leopoldo machado, 525, centro).

O Cartório da 294ª Zona Eleitoral atende os eleitores de Araçoiaba da Serra e Salto de Pirapora, de segunda a sexta, das 11 às 18h (rua Máximo Baldo, 54, Vila Lucy). E em Votorantim, o Cartório Eleitoral fica na rua João Walter, 262, no centro, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h.

João Lima alerta que quem não realizar o cadastramento biométrico não poderá votar, além de sofrer restrições na vida civil, como não poder contrair empréstimos bancários, tirar passaporte e nem participar de concurso público. Isso é válido também para os funcionários públicos.

O cadastramento é obrigatório também para os idosos acima de 70 anos que desejarem votar. Mas como nesse caso o voto é é facultativo, o cancelamento do título é a única consequência.

Abaixo do esperado

Apesar ainda da baixa adesão por parte dos eleitores, o casal Deolindo Francisco Emídio e Neuza Emídio, aprovou o atendimento no mutirão do shopping, considerando que mesmo sem agendamento prévio, "o tempo total de permanência aqui foi de 10 minutos", destacou o mecânico de manutenção.

De acordo com dados divulgados até quinta-feira pelo TRE, dos 474.514 eleitores de Sorocaba, somente 242.736 (51,15%) haviam se cadastrado. Em Votorantim, do universo de 89.016 eleitores, 43.008 (48,31%) participaram da biometria. A meta da Justiça Eleitoral é atingir 80% do eleitorado.

Já entre os 24.022 eleitores de Araçoiaba da Serra, 12.637 (53,69%) cadastraram as digitais e dos 30.372 de Salto de Pirapora, 16.567 (53,69%) fizeram a biometria. Os dois municípios pertencem ao cartório da 294ª Zona Eleitoral de Sorocaba e o prazo termina também em 23 de março de 2018.

sábado, 16 de dezembro de 2017

Peneira avalia garotos para o Sub-20

Jornal Cruzeiro do Sul

Cerca de 500 garotos com idades entre 16 e 18 anos que se inscreveram para a "peneira" do time Sub-20 do São Bento estão vivendo, desde a última quinta-feira, o sonho de um grande passo rumo à carreira profissional no futebol. As seletivas estão sendo realizadas no estádio Rui Costa Rodrigues (Estrada), divididas por idade: hoje, serão testados os que nasceram em 2001. O processo objetiva formar a equipe que defenderá o Azulão no estadual da categoria, gerenciada pelo Centro de Formação de Atletas Ki-Gol, de Votorantim.
As atuações da molecada são observadas pelo técnico da base, Kike Andrade, pelo coordenador José Luis Drey e pelo auxiliar-técnico da equipe profissional, Luizinho Rangel. Os aprovados serão integrados ao grupo atual do Bentinho após a 49ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, que termina no final de janeiro. "Queremos dar oportunidade para os garotos da região, considerando também, na escolha dos pré-aprovados, os critérios técnicos e táticos apresentados dentro de cada posição, como passe, jogadas individuais, movimentação e marcação", reforça Drey.
Até agora, nos dois primeiros dias da peneira, foram eleitos nove garotos de 17 e 18 anos. O número, baixo em relação ao total de inscritos, demonstra a necessidade do fortalecimento do futebol infantil na região. Drey afirma que, embora muitos alimentem o desejo de chegar à carreira no futebol, infelizmente não tiveram a base dos fundamentos. "Por isso é importante pensar na formação do jogador desde os 10 ou 12 anos, que inclusive é uma recomendação da CBF. Para que os meninos, bem formados desde cedo, possam galgar continuamente as diversas categorias", finaliza. (Eric Mantuan)

Efeitos da Lava Jato prejudicaram cadeia de fornecedores

Jornal Cruzeiro do Sul


Sorocaba registra baixo risco para jovens

Jornal Cruzeiro do Sul
Larissa Pessoa

Sorocaba ficou na 55ª colocação entre as cidades com menor Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ 2017), sendo considerada uma cidade de baixo risco para a população dentro da faixa etária de 15 a 29 anos. O estudo, divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e desenvolvido pela Secretaria Nacional de Juventude em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, agrega dados relativos às dimensões consideradas chave na determinação de risco para os jovens, tais como taxa de frequência à escola, escolaridade, inserção no mercado de trabalho, taxa de mortalidade por homicídios e por acidentes de trânsito.

De acordo com o estudo, que analisa 304 cidades com mais de 100 mil habitantes, Sorocaba está no grupo das cidades com baixa vulnerabilidade, composto por mais 80 municípios, que englobam aproximadamente 12,8% da população brasileira. O IVJ leva em conta 16 variáveis, com peso de 0,33 cada. As cidades que somam até 0,300 são as consideradas mais seguras. Considerando-se apenas a população analisada, 22,5% dos jovens brasileiros residem em locais que apresentaram resultados satisfatórios.

O Estado de São Paulo tem oito entre os dez municípios com menor IVJ, sendo que os outros dois municípios estão em Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Entre os dez municípios com os maiores índices de vulnerabilidade juvenil à violência, seis estão na região Nordeste, dois na região Norte e dois no Sudeste.

Trânsito

No indicador de mortalidade por acidentes de trânsito, Sorocaba foi considerada de média vulnerabilidade, pois somou 0,433 pontos. Para este índice, o estudo utilizou dados do Mapa da Violência 2014, quando no município 57 pessoas com idades entre 15 e 29 anos perderam a vida nas ruas, avenidas e rodovias da cidade por conta de colisões.

O engenheiro de tráfego Vanderlei Cóffani destaca que essa avaliação envolve muito mais o aspecto comportamental do jovem. "Nessa faixa etária, o indivíduo tem um comportamento mais afoito e acaba se expondo a mais riscos." Nesta variável, Sorocaba teve nota semelhante a municípios como Sumaré, Piracicaba e Londrina, no Paraná. De acordo com Cóffani, a vulnerabilidade média não tem ligação com a estrutura do trânsito da cidade e sim com as atitudes do jovem quando assume a direção.

RMS

Entre os municípios que integram a Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), além de Sorocaba mais cinco aparecem no ranking. Itu surge com melhores resultados, ocupando a 14º posição entre as cidades com menor IVJ. Considerado seguro, o município obteve nota 0,290. Salto também obteve uma avaliação boa, superando Sorocaba e conseguindo a 27ª posição entre os 304 cidades do estudo. Já Votorantim e Tatuí atingiram, respectivamente a 86ª e 88ª colocação, sendo ambas consideradas de média-baixa vulnerabilidade.

Itapetininga foi considerada a cidade mais perigosa para os jovens da RMS. A cidade está na 149ª posição do ranking e teve 0,651 pontos na variável de mortalidade por acidentes de trânsito. Outro indicador que colaborou para que a cidade ficasse mal posicionada foi o de frequência à escola e situação de emprego, que somou 0,562 pontos.

Trabalho e escola

A socióloga Francine Trindade Gomes teve acesso ao relatório completo do IVJ e, segundo ela, assim como nas edições anteriores, o índice atual também leva em conta o contexto socioeconômico dos municípios. "Nota-se que Sorocaba segue a média da maioria das cidades com características semelhantes em relação ao PIB e população, por exemplo, mas há ainda pontos que podem melhorar", afirma.

Ela explica que embora o indicador de violência letal seja variável fundamental para explicar a exposição à violência de jovens, o IVJ contempla ainda outras dimensões para compreender a vulnerabilidade, tais como educação, emprego e nesse quesito Sorocaba também precisa buscar melhores resultados, já que a pontuação foi 0,433. "Embora seja uma cidade economicamente estável, ainda há alto índice de abandono escolar e início precoce no mercado de trabalho."

A advogada Mariela Bolina, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-Sorocaba, destaca que apesar do resultado satisfatório, políticas públicas mais sérias voltadas aos jovens devem ser implementadas e os esforços devem ser contínuos, objetivando a sua inclusão social.

Cadastramento biométrico tem plantão hoje

Jornal Cruzeiro do Sul

Quem não fizer biometria ficará impedido de votar nas próximas eleições - ARQUIVO JCS/ ERICK PINHEIRO

Sorocaba terá hoje mais um plantão da Justiça Eleitoral para fazer o cadastramento biométrico e regularizar a situação dos seus eleitores. Dos 474.514 votantes da cidade, somente 242.736 (o equivalente a 51,15%) se cadastraram até agora. A exemplo do ocorrido na semana passada, hoje os cartórios eleitorais, além do Poupatempo e do posto avançado do shopping Iguatemi Esplanada cadastram os eleitores. O prazo final para o cadastramento é 23 de março de 2018 e, quem não cumpri-lo perderá o título de eleitor.

Atualmente, a biometria é obrigatória em 84 cidades paulistas. Além de Sorocaba, na região, os eleitores de Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora e Votorantim precisam atualizar o cadastro dentro do prazo para não serem submetidos à perda do documento. Na média, juntos, os três municípios cadastraram pouco mais da metade de seus munícipes no novo método de identificação, portanto, também abaixo do esperado. A meta do TRE é atingir 80% do eleitorado.

Os eleitores de Sorocaba, Araçoiaba da Serra e Salto de Pirapora são atendidos nos cartórios de Sorocaba (Praça da Maçonaria s/n - Mangal) de acordo com suas respectivas zonas eleitorais (ZEs) ou no posto de biometria no shopping Iguatemi, das 9h às 18h neste sábado. No Poupatempo (rua Leopoldo Machado, 525 - Centro), o atendimento vai das 9h às 13h. Os eleitores da 357ª zona eleitoral devem consultar o seu novo local de registro, pois a ZE em questão foi extinta por conta de uma reorganização. O local de votação do eleitor, entretanto, continua o mesmo. Os eleitores de Votorantim podem fazer o cadastramento no shopping ou no cartório da cidade (rua João Walter, 262 - Centro) de segunda a sexta-feira das 12h às 18h.

Atualizar dados

Nas eleições de 2018, o eleitorado dessas quatro cidades será identificado pela digital ao votar. O objetivo da Justiça Eleitoral com a coleta de dados biométricos é aumentar a segurança do processo de identificação e atualizar os dados cadastrais do eleitor. Além da impossibilidade de votar, a perda do título acarreta o impedimento à obtenção de passaporte e carteira de identidade, o recebimento de salário de função ou emprego público, e a tomada de alguns tipos de empréstimos. (Da Redação)

Maria-fumaça é atração para o público neste fim de semana

Jornal Cruzeiro do Sul
A maria-fumaça poderá ser vista em funcionamento - ALDO V. SILVA/ ARQUIVO JCS

Neste fim de semana e no dia 23, o espírito do Natal será propagado em Sorocaba pelo apito da histórica locomotiva 58. Em uma ação conjunta da Sorocabana - Movimento de Preservação Ferroviária, Secretaria da Cultura e Turismo (Secultur) e Associação Comercial de Sorocaba, o Centro de Memória Ferroviária de Sorocaba, na Estação Paula Souza (rua Paula Souza, 420, Centro), abre suas portas à população hoje, amanhã e no dia 23 de dezembro para o "Natal da 58".
 
Nessas três datas, a famosa maria-fumaça estará em funcionamento para que famílias possam ver de perto o símbolo do passado ferroviário de Sorocaba. Com 126 anos, a locomotiva desfilará dentro do pátio ferroviário conduzindo um carro de passageiros com decoração natalina, que poderá ser visitado. O vagão foi resgatado de um pátio de sucatas em Bauru com patrocínio da Associação Comercial de Sorocaba e apoio da Secultur.
 
"Poderíamos chamar carinhosamente de "Expresso Papai Noel", essa composição que vem para resgatar a história da Sorocabana, que tanto influenciou a região no século passado, trazendo progresso, alegrias e que construiu uma trajetória de expressividade a muitos sorocabanos", ressalta José Alberto Cépil, presidente da Associação Comercial.
 
No dia 23 de dezembro, o Papai Noel chega de trem a Sorocaba e percorrerá os bairros de Pinheiros, Vila Hortência, Barcelona e Parada do Alto, em uma viagem especial da locomotiva.
 
Os ingressos para o Natal da 58 são gratuitos e serão distribuídos na própria Estação Paula Souza. Hoje e no dia 23 de dezembro, o Centro de Memória Ferroviária estará aberto das 10h às 17h, e amanhã, das 9h às 13h. O funcionamento da locomotiva ocorrerá a intervalos regulares, dentro desses horários. A ação também tem apoio do Grupo Votorantim. (Da Redação)

Votorantim encara Cruzeiro na abertura da maior copa de futebol sub 15 da América Latina

Jornal Cruzeiro do Sul

Jornal Cruzeiro do Sul
Por Lauro Campos



A partir de 11 de janeiro Votorantim será sede da 23ª Copa Brasil de Futebol Infantil. Além da Seleção de Votorantim participam outras 15 agremiações das regiões sudeste, sul, nordeste e centro-oeste do país)

Com a presença de representantes dos clubes participantes, a Secretaria Municipal de Esporte de Votorantim (SEDESP) realizou na tarde desta quinta-feira (14) no Espaço Multi-Cultural, o congresso técnico da 23ª edição da Copa Brasil de Futebol Infantil, considerado o maior e mais importante torneio de futebol nesta categoria em toda a América Latina.

A exemplo do que vem ocorrendo nas últimas edições da Copa do Mundo da FIFA, quando o país anfitrião  já é pré-determinado no primeiro grupo e ainda faz o jogo de abertura, a Seleção de Votorantim iniciou o sorteio no grupo A e será a atração da noite de abertura, agendada para 11 de janeiro.

Para evitar que equipes de um mesmo estado façam parte do mesmo grupo e proporcione equilíbrio entre os participantes, a organização também dividiu os clubes em quatro potes: clubes paulistas, times da região sudeste, exceto os de São Paulo (pote 2), sul (pote 3), nordeste e centro-oeste (pote 4).

Assim, Votorantim ocupou o Grupo “A”, o Corinthians  “ B”, São Paulo  “C” e  Palmeiras o grupo “D”. Diretor da Associação Sorocabana de Árbitros (ASA), Eliseu Sentelhas, sorteou bolinhas do pote 1, representando as equipes de São Paulo, o Diretor de Cultura, Pastor Antônio Carlos, o Tonhão, o pote 2, o Coordenador Técnico  Wande Metidieri  sorteou pote 3 e  último pote foi sorteado pela Diretora da SEDESP e atual Secretaria interina Erica Alves.

Foi pelas mãos do Diretor de Árbitros que o sorteio apontou o Cruzeiro como adversário da Seleção de Votorantim, que abrirá oficialmente a Copinha dia 11.

Na composição do grupo “D”, uma coincidência chamou a atenção. Palmeiras e Flamengo, que fizeram a final no ano passado, ocasião em que a equipe carioca levantou a taça, duelarão logo na primeira rodada. Além do troféu de campeão o rubro-negro carioca levou outros três troféus individuais: defesa menos vazada - com apenas dois gols sofrido -, de Fair Play ( jogo limpo) e o atacante Vitor Hugo de artilheiro da competição.

Os grupos ficaram assim constituídos:
Grupo A: Seleção de Votorantim terá a companhia de Cruzeiro, Coritiba e Vitória.
Grupo B: Corinthians, Botafogo, Internacional e Goiás.
Grupo C: São Paulo, Atlético Mineiro, Figueirense e Bahia.
Grupo D: Palmeiras, Flamengo, Grêmio e Sport.

Conforme regulamento as equipes travam lutas entre si dentro de seus respectivos grupos sendo que avançam as quartas – de final os dois maiores pontuadores quando serão travados duelos eliminatórios.

Entre os presentes, Coordenador de base do Corinthians Niltinho e do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense o Diretor do Departamento de base Elivelton Lima. Eles exaltaram a qualidade da competição e declararam suas expectativas.

“O time vem bastante modificado em relação ao ano passado, daquele grupo muitos estão sendo aproveitados nas categorias de cima, mas a nova safra que vem das bases sub-11 e sub-13 prometem. O Corinthians vem brigar por uma boa colocação. Não tenho dúvida disso. Prestem atenção no meio atacante Biro e no jovem Thomas são promessas”, afirmou Niltinho.

“Caímos no grupo muito forte onde tem Palmeiras, Flamengo e Sport. Nossos atletas gostam de disputar contra grandes equipes é um time copeiro e certamente a garotada vem brigar pelo tricampeonato", avaliou Elivelton.

Os trabalhos foram comandados pelo técnico de esportes Gemerson de Camargo .A  tabela completa da primeira fase e seus horários será conhecida nos próximos  dias. A bola rola dia 11 de janeiro. O campeão será conhecido no dia 21 de janeiro. Os jogos serão realizados no Estádio Municipal Domenico Paolo Metidieri.

Votorantim apresenta propostas na 11ª Conferência Nacional de Assistência Social

Com o tema "Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social", duas representantes de Votorantim participaram da 11ª Conferência Nacional de Assistência Social, realizada em Brasília na semana passada. Participaram a assistente social da Secretaria de Cidadania e Geração de Renda (Seci) Lucimeire Ribeiro e a voluntária Claudineia Regina de Paula, que atua no Cras Novo Mundo, ambas escolhidas pela Conferência Estadual para integrar a delegação de São Paulo.

A 11ª Conferência é uma ação conjunta do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e o Conselho Nacional de Assistência Social (Cnas), com o objetivo de analisar a situação atual da assistência social e os avanços do Suas, assim como propor novas diretrizes visando o aperfeiçoamento do sistema.

Lucimeire explica que participaram da conferência representantes de todos os estados, debatendo questões como a ampliação dos benefícios sociais, que incluem ações do programa Bolsa Família, Benefício da Prestação Continuada (BPC), entre outros, além do aumento da verba federal para assistência social. "Desse modo, pudemos debater propostas e realizar votações sobre as ideias mais pertinentes para serem encaminhadas ao governo federal. Foi ótimo representar a nossa cidade, pois assim conseguimos levar e trazer novas metodologias de trabalho para Votorantim", ressaltou a assistente social.

Além disso, Lucimeire contou que esta foi a primeira vez em que a cidade enviou dois representantes para a Conferência Nacional. "Tivemos que estudar os temas para apresentarmos ideias e soluções a nível nacional", frisou.

Para tanto, o secretário de Cidadania e Geração de Renda, Júnior Silveira, reforçou que essa inédita representatividade nacional beneficia o município, pois a troca de ideias e metodologias é fundamental para o aprimoramento das ações. "Estamos muito contentes, já que isso só foi possível após realizarmos a Conferência Municipal, que debateu ideias e propostas da política de assistência social", lembrou.

A.I. PMV

Ouça a Rádio Cultura Votorantim